Ainda não chegou o momento em que sistemas de inteligência artificial vão dominar o ser humano. Pelo menos não no mundo dos video games. Um sistema de IA criado pela empresa OpenAI, cofundada por Elon Musk, batalhou contra a Pain, equipe brasileira profissional de Dota 2, em uma partida de 52 minutos. O resultado: vitória brasuca, ou melhor, humana, para a nossa alegria.

O que provamos na quarta-feira é que estamos no limite da capacidade humana, e o teste é se podemos vencer uma equipe profissional

O software capaz de jogar video games da OpenAI já havia sido capaz de derrotar jogadores amadores de Dota 2 em sua fase de testes, mas falhou em vencer os semiprofissionais e, agora, amargou uma derrota para uma equipe já experiente no game.

“O que provamos na quarta-feira é que estamos no limite da capacidade humana, e o teste é se podemos vencer uma equipe profissional”, disse Greg Brockman, cofundador da OpenAI, em comunicado oficial. “O teste para nós é se podemos jogar em um nível alto o suficiente para vencer uma equipe profissional esta semana”.

Vale destacar, porém, uma informação importante: apesar de ter perdido a partida, a inteligência artificial matou mais heróis da equipe humana do que o contrário. Conforme vai jogando, o sistema aprende a corrigir seus erros e deve chegar um momento em que pode se tornar praticamente imbatível. Aí sim você pode ficar com um pouquinho de medo da inteligência artificial.