Por mais que cada país possua uma língua oficial, dominar o idioma falado em uma determinada região não significa que você pode ir para qualquer lugar e se comunicar sem dificuldades. Se já sofremos com variações regionais, imagine para um estrangeiro que aprendeu o português básico falado no Rio de Janeiro, mas acaba viajando para o Nordeste, onde a velocidade e a forma de se expressar são bem diferentes.

Dentro do nosso país, bastam alguns minutos para que uma conversa entre sotaques distintos comece a fluir sem problemas, mas isso já não é algo tão simples para estrangeiros. A situação é semelhante ao que sentimos quando ouvimos alguém falando o português de Portugal. Quem não está habituado leva um tempo para se acostumar, mesmo com a maioria das palavras sendo idênticas às que utilizamos aqui no Brasil.

Tradutor de sotaques

A Amazon, levando o problema em conta, patenteou um tradutor de sotaques que é capaz de alterar a forma de falar uma mesma língua, para que situações como essas não se tornem um problema adicional. A identificação dos modos de falar deve ser feita da forma mais precisa possível e, para que isso aconteça satisfatoriamente, serão utilizados dados de localização, números de telefone e histórico dos usuários. Essas informações, associadas a uma pequena amostra de fala, seriam o suficiente para que a aplicação conseguisse determinar de maneira certeira os sotaques de origem e destino.

O uso de inteligência artificial e redes neurais seria essencial, com a precisão da função sendo aprimorada a cada utilização. A ideia é bem interessante, principalmente para quem tem um domínio muito básico de outro idioma, mas a solução ainda não passa de uma mera patente.

A ideia foi registrada em 2016, mas até agora não houve nenhum sinal sobre o desenvolvimento da função. Apesar da perspectiva de sucesso, não sabemos se algo assim está nos planos da empresa, pois significaria uma grande demanda de tempo e dinheiro.