Microsoft Store infelizmente é conhecida pela baixa quantidade de conteúdo — apps, jogos e filmes — e, uma nova medida da criadora do Windows a tornou ainda mais restrita. Agora, não é mais possível simplesmente mudar manualmente a região e o idioma do sistema operacional para ter acesso à loja dos EUA ou de qualquer outro país.

Para ter acesso ao conteúdo de uma Microsoft Store estrangeira, você precisa de fato estar no país desejado, permitindo que o sistema de localização do Windows coloque você automaticamente na loja local. Até então, bastava modificar as configurações do sistema, comprar o que o usuário desejava e, em seguida, voltar para as opções antigas.

Não se sabe exatamente o porquê de a Microsoft ter tomado essa atitude restritiva, mas podemos imaginar que a companhia pode ter enfrentado algum problema quanto à venda de conteúdo licenciado apenas para um ou outro país fora do local especificado em contrato. De qualquer forma, isso é um tanto estranho, considerando que nem mesmo a loja da Apple em seus desktops (iTunes e Mac App Store) restringe a mudança de região.