Quadricópteros podem ser muito divertidos, mas também representam perigo quando saem do controle e voam na direção de uma pessoa. Por esse motivo, pesquisadores australianos da Universidade de Queensland criaram o “Safety Rotor”, um sistema de segurança que, além de confiável, é barato e leve.

Por enquanto, a opção de segurança para os drones é uma espécie de gaiola de proteção que, apesar de eficaz, pode não ser ideal em todos os casos. Isso se deve a vários fatores, mas tem a ver principalmente com tamanho, peso e obstrução das imagens dos equipamentos que levam câmeras. 

Já o Safety Rotor funciona com um sensor. Um aro de plástico é adicionado ao sistema de rotor de modo que tudo que vá fazer contato encontre a obstrução. Assim que a estrutura é tocada, ela ativa os freios, diminuindo a velocidade do drone em centésimos de segundo. Em um experimento, a parada ocorreu no tempo de 0,077 segundo, deixando apenas algumas marcas leves do choque entre os objetos.

O sistema é mais eficaz quando o quadricóptero está em menor velocidade, como em momentos de lançamento e pouso, que são justamente as situações mais perigosas para as pessoas em volta. Além disso, os pesquisadores falaram de outros lados positivos, como a estimativa de que integrar o aro custaria em torno de US$ 15, para um peso em torno de 22 gramas.

Cupons de desconto TecMundo: