Se você não é mulher, talvez não seja capaz de dimensionar o tamanho do problema que é ser assediada nas ruas. Na tentativa de conscientizar homens de que assédio sexual não é cantada nem é legal abordar mulheres nas ruas, a Pontifícia Universidad Javeriana de Bogotá, da Colômbia, criou o jogo mobile Poder Violeta.

O game coloca você na pele de Violeta, uma moça que só queria chegar em tempo a uma entrevista de emprego. Ela acordou atrasada e precisa de agilidade para desviar de transeuntes no metrô, mas esses não são os únicos obstáculos: alguns rapazes resolvem abordar a jovem de diversas maneiras diferentes durante o caminho.

Poder VioletaVioleta precisa desviar do assédio nas ruas.

Além de assobios e "cantadas", muitos passam a mão na moça sem qualquer pudor. Quando isso acontece, você pode escolher ignorar, gritar ou se defender: se mais pessoas apareçam para a ajudar, a coisa é rapidamente resolvida, porém, como nem sempre as pessoas tomam parte nesse tipo de situação, muitas vezes gritar ou tentar se defender não resolve nada.

Poder VioletaE escolher como reagir quando passa por esse tipo de situação.

Se ninguém ajuda, a resposta obtida por Violeta é ainda mais desanimadora, pois surgem na tela frases que tentam culpabilizar a vítima de assédio, como “quem mandou se vestir desse jeito”. Além do caminho até a estação de metrô, Violeta também passa por alguns perrengues no transporte público e precisa reagir.

Poder VioletaNem sempre dá certo. :/

Apesar de o jogo estar em espanhol, ele pode ser jogado e facilmente compreendido por quem não fala o idioma. Poder Violeta está disponível para Android.

Cupons de desconto TecMundo: