Um funcionário da Google chamado Will Scott teve a chance recentemente de visitar a Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang, na Coreia do Norte, e, antes de retornar aos EUA, ele conseguiu comprar uma cópia do “Estrela Vermelha 3”, o sistema operacional oficial dos computadores utilizados na terra de Kim Jong-Un.

Com isso em mãos, ele então compartilhou algumas capturas de tela do sistema operacional, bem como algumas imagens que são utilizadas como papeis de parede por lá. Até então, poucos se sabia sobre o SO fora da Coreia do Norte.

De acordo com o Business Insider, os norte-coreanos utilizavam anteriormente o Windows, mas o Estrela Vermelha 3 substituiu o SO da Microsoft por lá. Além disso, o sistema norte-coreano é bastante parecido com o macOS da Apple. Versões anteriores lembravam o Windows XP.

businessinsider

A tela de carregamento traz essa imagem, com o logo do SO.

businessinsider

No momento da instalação, é necessário escolher uma cidade no mapa mundial para definir a data e hora. Há várias opções no mundo todo, inclusive Brasília e algumas outras cidades no Brasil. Curiosamente, Seul, capital da vizinha Coreia do Sul, não aparece entre as possibilidades de escolha.

businessinsider

Depois de iniciar o computador, você precisa fazer login nessa tela.

businessinsider

A Área de trabalho do Estrela Vermelha 3 tem esse visual. Note o dock de ícones no fundo e os menus na barra superior. Tudo lembra muito o SO desktop da Apple.

businessinsider

Esta seria uma espécie de versão do Microsoft Office ou LibreOffice presente no Estrela Vermelha 3.

businessinsider

Há também um app de email padrão.

businessinsider

E ainda um explorador de arquivos bem similar ao do macOS.

businessinsider

O navegador, por sua vez, é uma versão modificada do Mozilla Firefox.

businessinsider

Esta é a tela de personalização do sistema. Confira as opções de papéis de parede.

E este são alguns dos mais bonitos e curiosos planos de fundo para a Área de trabalho do Estrela Vermelha 3.

Não sabemos muitos detalhes técnicos acerca do sistema, mas é possível que ele rode normalmente em chips Intel x86 ou x64, considerando que, aparentemente, ele foi baseado no kernel do Linux.