Um projeto inédito da Forbes no Brasil vai usar a tecnologia para tentar entender um problema que praticamente faz parte do país que conhecemos: a corrupção. Os últimos anos têm sido conturbados nesse sentido, com investigações de todos os tipos em busca de políticos e outros detentores de cargos públicos que caíram na tentação de desviar dinheiro e cometer outros delitos que lesam a população como um todo.

A inteligência artificial que vai dar vida a esse personagem vai aprender como os corruptos pensam sendo alimentada com depoimentos e entrevistas de diversas pessoas corruptas da vida real

Um vídeo lançado pela publicação mostra o que está sendo feito usando inteligência artificial: um personagem foi criado para “personificar” o corrupto derradeiro do Brasil. Controlado por um sistema de IA, esse corrupto virtual possuiria uma fortuna de R$ 200 bilhões, valor equivalente ao que é desviado anualmente em esquemas criminosos no país.

O corrupto dos corruptos

A inteligência artificial que vai dar vida a esse personagem – batizado de Sr. Ricky Brasil – vai aprender como os corruptos pensam sendo alimentada com depoimentos e entrevistas de diversas pessoas corruptas da vida real, verdadeiros condenados por esse tipo de crime. Tudo é processado pelo cérebro digital e transforma-se na personalidade de Ricky Brasil. Assim, ele é capaz de gerar respostas sobre praticamente qualquer assunto tendo essas informações como base

O objetivo é tentar analisar o personagem criado a partir de 150 pessoas corruptas para tentar entender como combater esse grave problema que assola o nosso país. Confira o vídeo de apresentação do projeto a seguir:

Cupons de desconto TecMundo: