A equipe de desenvolvimento do Tinder está testando um novo recurso que permite aos usuários a utilização de vídeos em looping no local da foto de perfil — vídeos similares ao falecido Vine, com poucos segundos de duração.

Segundo o Bloomberg, os vídeos no Tinder vão durar cerca de dois segundos e devem seguir o padrão também utilizado pelo Facebook — a rede social também permite a colocação de vídeos no perfil.

Com a adição de vídeo, os usuários têm uma nova maneira de se expressar

Batizado de "Tinder Loops", os testes acontecem para usuários do aplicativo no Canadá e Suécia com aparelhos iOS. É possível capturar os vídeos pelo smartphone e editá-los no próprio Tinder. Vale notar que o recurso não aceita gravações novas, feitas diretamente no app, apenas as já armazenadas.

Segundo o líder de produto do Tinder Brian Norgard, o novo recurso é uma evolução da foto de perfil tradicional: "com a adição de vídeo, os usuários têm uma nova maneira de se expressar, além de obter insights importantes sobre a vida dos possíveis matches".

Cupons de desconto TecMundo: