Se por um lado as experiências feitas para aparelhos de realidade virtual são imersivas como nenhuma outra, não há negar que elas sofrem de uma enorme fraqueza: elas são incrivelmente limitadas. Normalmente, você não deve esperar mais do que meia dúzia de personagens, cenários pequenos e fechados, e poucos elementos surgindo na tela de maneira geral; afinal, não é novidade que o VR pede um nível de processamento assustador.

A Intel, no entanto, quer mostrar que produções VR com um enorme número de pessoas não é algo impossível de ser alcançado. Para tal, ela apresentou recentemente uma prova de conceito feita em conjunto da The Glimpse Group como parte de seu Intel Arena Project: a DEMO, segundo o site Engadget, permitia ao usuário se ver no meio de um estádio de basquete com nada menos do que 2.500 fãs, em suas cadeiras, renderizados individualmente.

É claro que, como uma simples apresentação, isso não teria grande valor. As duas empresas, porém, revelaram que devem liberar o software e a documentação do processo publicamente em breve, para que outros possam tornar essa tecnologia realidade. Com isso, não se surpreenda se, em um futuro próximo, os projetos VR ganharem um número de elementos ridiculamente maior.

Cupons de desconto TecMundo: