Os complementos Beta do navegador Firefox vão ser encerrados em breve, de acordo com anúncio recente do Mozilla. A experiência dos usuários com as versões de teste das extensões, também conhecidas como AMO, são os principais motivos para o encerramento.

Os add-ons Beta permitem que os desenvolvedores testem novas funcionalidades e corrijam erros antes de liberar os complementos para todos os usuários. As pessoas também ajudam durante o desenvolvimento dos add-ons por meio de feedbacks. Apesar de ser muito útil, o Mozilla anunciou que os problemas pesaram na decisão.

As dificuldades dos complementos Beta no Firefox

Um dos obstáculos está na migração automática da extensão Beta para a versão oficial dos add-ons.  Quando o desenvolvedor lança o complemento oficial, o usuário continua usando a extensão antiga, que pode ficar vulnerável a bugs e se tornar insegura. E isso sem perceber que existe uma versão oficial e atualizada daquele complemento no Firefox.

Em consequência dessa dificuldade, surge outro pequeno problema: a necessidade frequente de atualizar o canal de versão Beta ao mesmo tempo que se atualiza o catálogo de lançamentos. Isso gera um trabalho maior que, no ponto de vista do Mozilla, é um investimento de tempo desnecessário. Com o suporte exclusivo às versões oficiais, o Firefox não vai precisar se preocupar em atualizar dois canais.

Outra justificativa é que essa necessidade de atualização constante acaba tornando os códigos das extensões mais complexos. Além disso, o uso da funcionalidade é baixo, segundo a empresa. Em suma, um motivo está totalmente ligado ao outro e, aparentemente, o Mozilla quer melhorar a experiência dos usuários do Firefox. Os desenvolvedores de add-ons vão poder continuar criando os complementos, só não será mais possível fazer o upload no AMO. 

O Mozilla tem feito atualizações sobre as extensões desde o lançamento do Firefox Quantum, principalmente de olho na segurança dos programas. Os desenvolvedores têm perdido um pouco de autonomia ao criar complementos para o navegador, que agora usa o WebExtensions, que dificulta a geração de extensões com malwares. 

A empresa não deu um prazo exato para o encerramento do suporte às extensões Beta, mas avisou que será durante este mês. É provável que sejam anunciadas novidades no blog de add-ons do Firefox.