Microsoft anunciou algumas possíveis mudanças em seu aplicativo Windows Câmera, que devem deixá-lo mais rápido e fácil de ser usado. A ferramenta de edição de imagens, fotos e vídeos — que funciona em computadores, tablets e smartphones com Windows 10  receberá alterações referentes especificamente à sua arquitetura.

Segundo publicação da companhia, isso deve remover diversas manipulações complexas presentes na atual versão do app. Ainda foi informado que as novidades têm sido testadas por integrantes de sua comunidade de insiders, a fim de corrigir possíveis problemas antes mesmo da disponibilização do update ao público.

Essas modificações fazem parte da atualização do Windows 10, nomeada como Redstone 4 (build 17074), que deve ser lançada na primavera deste ano no Hemisfério Norte. Elas foram feitas porque equipes da Microsoft notaram, em alguns testes, que o Windows Câmera apresentava baixa capacidade de inovação, correção de bugs e entrega de novos recursos.

Modificações que o app deve apresentar

Sob esse ponto de vista, a companhia ainda apontou que havia falhas de desempenho durante a captura de imagens, além da ausência de novas funcionalidades. Assim, a ideia é que a nova versão possa proporcionar aos seus usuários experiências de melhor qualidade.

Nesse caso, foram citadas as seguintes modificações:

  • Será possível usar todas as câmeras do dispositivo de modo simultâneo, caso seu sistema permita.
  • A última câmera manipulada será gravada pelo app, sendo carregada automaticamente na próxima vez que ele for usado.
  • Do mesmo modo, os últimos arquivos gravados  foto e vídeo  serão inicialmente carregados quando o app for lançado ao público.
  • Novas opções de resoluções de fotos e vídeos serão disponibilizadas.
  • O ajuste de brilho em formato deslizante  muito comum em várias câmeras de smartphones  será mais suave, apresentando as intensidades escolhidas pelo usuário.
  • Será removido o controle deslizante geralmente exibido quando o botão de captura da câmera é movido para a esquerda.
  • Não será mais possível girar o botão de captura entre cenas, sendo elas imagens ou vídeos.

Quem tiver interesse em testar previamente este e outros updates do Windows 10 deve se tornar um Windows Insider. Essa opção faz parte de um programa de testadores dos builds do sistema. Para isso, é necessário se inscrever aqui.