A Xiaomi veio à público assumir a culpa por um bug relatado por vários usuários durante o último final de semana. De acordo com os relatos, o WhatsApp emitia uma mensagem avisando que estava desatualizado e informava aos usuários para irem à Play Store. Contudo, ao irem à loja de apps, ela informava que a versão mais recente já estava instalada no dispositivo.

O WhatsApp se pronunciou sobre o caso e informou se tratar de um problema de terceiros. Foi então que, hoje (18), a Xiaomi se responsabilizou pela situação e lançou uma correção. A situação ocorreu porque a empresa disponibilizou uma versão Beta do WhatsApp na Mi App Store.

“Alguns usuários da Xiaomi reportaram um problema com o WhatsApp em seus smartphones. Depois de conduzir uma investigação, descobrimos que a versão beta do WhatsApp foi incluída na Mi App Store há alguns dias, sendo utilizada por alguns usuários”, informou a companhia em comunicado.

Xiaomi adiciou a versão mais recente e certificada pelo WhatsApp na Mi App Store para resolver o problema

Para solucionar a questão, a empresa atualizou a versão disponível na sua loja oficial de aplicativos com a edição mais recente do mensageiro. “Nós atualizamos a nossa loja de apps com uma versão mais nova, aprovada pelo WhatsApp, e encorajamos os usuários que estão com problema a instalá-la. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente a nossos fãs e prometemos ser mais vigilantes daqui em diante”, concluiu.

Um representante da Xiaomi informou ainda que, se o problema persistir, desinstalar e instalar o app novamente deve resolver a questão.

Cupons de desconto TecMundo: