Não é difícil encontrar relatos de sites minerando criptomoedas de forma não autorizada no computador de seus visitantes. Pensando em resolver o problema de uma vez por todas, o navegador Opera terá um bloqueador nativo para evitar esse tipo de situação. A novidade chega na próxima atualização do programa.

A função já pode ser experimentada na versão candidata a edição final do Opera 50 — oficialmente chamada de Opera 50 Beta RC. O recurso foi nomeado como NoCoin e pode ser ativado nas configurações do navegador e tem como função evitar a sobrecarga em seu processador causada por sites que mineram bitcoins sem a sua autorização.

OperaOpera contará com bloqueador nativo para impedir que sites minerem bitcoins em sua máquina.

Ao longo dos últimos anos, o Opera vem se destacando não apenas por oferecer um navegador leve, bonito e funcional, mas, também, por se preocupar com a privacidade de seus usuários. Ele é o único grande navegador a, por exemplo, oferecer um bloqueador de anúncios nativos e com uma ferramenta de VPN gratuita no modo privado.

A versão Beta do Opera 50 traz ainda outras novidades, como suporte estendido ao Chromecast e ao Oculus. Para conferir todas as alterações do programa, clique aqui. Se quiser baixá-lo em seu computador, acesse a página oficial do Opera e confira os links para as diferentes plataformas ao final da postagem.