O Partido Comunista Chinês tem mais de 90 milhões de membros, e essa multidão precisa de ferramentas tecnológicas para organizar suas atividades durante o ano todo. Tudo bem que os integrantes do partido representam em números brutos quase metade da população brasileira, mas parece que a diversidade de aplicações está um pouco fora de controle.

Centenas de softwares praticamente idênticos povoam as lojas de apps do Android e do iOS na China, sendo que a maioria funciona como uma espécie de rede social ou mensageiro para grupos específicos do partido.

Consultado pelo Quartz, Huang Haifeng, professor associado de ciência política da Universidade da Califórnia explica que a variedade absurda de apps similares nas lojas dos principais sistemas operacionais do país tem a ver com a vontade dos líderes regionais de “mostrar serviço”. Nesse sentido, mostrar para o chefe que você tem um app dedicado a coordenar as atividades e interações no seu grupo de membros do partido é visto como algo bom e inovador.

app store comunista

Apesar disso, pelo menos um desses apps está recebendo a implementação de inteligência artificial para traçar perfis mais claros acerca dos membros de acordo com o que eles conversam nas redes sociais desenvolvidas para eles. Assim, seria possível descobrir se um membro é mais reformista e outro é mais conservador.

No longo prazo, eu não tenho certeza se isso vai ajudar o partido. Provavelmente, terá um efeito negativo

Mas Haifeng vê isso como um problema. Segundo ele, caso as pessoas saibam para que exatamente está sendo utilizada a inteligência artificial nesse app, elas podem simplesmente inutilizar todo o trabalho de coleta de dados que pode estar sendo feito. “As pessoas não vão revelar o que elas pensam”, disse Haifeng. “No longo prazo, eu não tenho certeza se isso vai ajudar o partido. Provavelmente, terá um efeito negativo”, completou.

Boa parte dos apps do Partido Comunista Chinês são feitos por uma “fábrica de apps”, que recebe encomendas de ferramentas organizacionais e de rastreamento de vários braços e coligações do partido. Esse que usa inteligência artificial, foi desenvolvido pela startup Yunshu Weilai.

É impossível obter informações pessoais privadas

“Nós coletamos informações sobre todos os aspectos da vida de um usuário, mas é impossível obter informações pessoais privadas, uma vez que elas são protegidas por lei. A nossa plataforma obedece às leis e regulamentações”, disse Liang Lihua, líder de marketing da Yunshu Weilai, ao Quartz.

O app em questão já tem mais de 2 milhões de usuários e foi inicialmente desenvolvido em 2012. Só agora, entretanto, ele está começando a organizar os dados através de inteligência artificial.

Cupons de desconto TecMundo: