Pode parecer que não, mas uma parcela da internet ainda é consumida por meio do Internet Explorer, o controverso e já descontinuado navegador da Microsoft. Até aí tudo bem, obviamente, mas eis que a informação de um bug que vaza informações pesquisadas a partir da barra de endereços do programa cria um alerta.

O problema foi revelado pelo pesquisador de segurança Manuel Caballero e permite que uma página visitada identifique a informação digitada no campo de endereços do Internet Explorer 11 (única versão que ainda recebe suporte da Microsoft) assim que o usuário pressiona a tecla Enter. Ou seja, informações pesquisadas a partir deste espaço podem ser monitoradas pelos sites acessados durante a navegação.

No vídeo em que demonstra a falha, é possível perceber que as informações estão sendo “vazadas”, mas Caballero exibe isso de propósito justamente para identificar o bug em ação. “Em minha opinião, a Microsoft está tentando se livrar do IE sem dizer isso”, escreveu o pesquisador. “Seria mais fácil e mais honesto simplesmente dizer aos usuários que o seu navegador antigo não está tão bem servido quanto o Edge.”

Apesar disso, a Microsoft revelou ao site Wccftech que “tem o compromisso com o consumidor em investigar as questões de segurança reportadas e atualizar ativamente os dispositivos impactados o mais breve possível”. De qualquer maneira, se você ainda utiliza o Internet Explorer, provavelmente já passou da hora de mudar de navegador.

Cupons de desconto TecMundo: