A Blizzard já tinha anunciado uma parceria com a DeepMind — uma empresa da Alphabet focada em inteligência artificial — em novembro do ano passado, mas só hoje as duas companhias liberaram para o mundo o que estão fazendo. Agora, qualquer pesquisador de inteligência artificial pode ter acesso a SatrCraft II para treinar seus softwares.

O título foi escolhido basicamente porque traz um ambiente muito complexo no qual o software de IA tem que tomar milhares de decisões para completar desafios no jogo e também tramar um plano mais complexo para completar o game. Até agora, apenas a DeepMind vinha utilizando o game para esse fim, com o intuito de fazer seu software aprender a lidar com essas situações da mesma forma que humanos: tomando múltiplas pequenas decisões de forma praticamente instantânea e ainda conseguindo montar um plano maior enquanto isso.

Para aprender a jogar, a inteligência artificial, vai realizando diversas atividades erradas até conseguir acertar e, com isso, vai entendendo a dinâmica da coisa. O processo inverso também é utilizado, fazendo o software realizar muitas vezes uma ação correta até que um erro seja cometido.

A missão científica da DeepMind é superar barreiras da inteligência artificial 

“A missão científica da DeepMind é superar barreiras da inteligência artificial desenvolvendo sistemas que podem aprender a resolver problemas complexos. Para isso, nós desenvolvemos agentes e testamos as habilidades deles em uma grande diversidade de ambientes, desde o DeepMind Lab — feito para isso — até games estabelecidos, como Atari e Go”, explicaram os pesquisadores da DeepMind em uma postagem sobre o assunto.

A Blizzard resolveu abrir StarCraft II para que outros pesquisadores de inteligência artificial possam treinar seus softwares dentro do game sem custo. É possível obter os detalhes para isso através deste link.

Cupons de desconto TecMundo: