A Mozilla anunciou hoje (8) uma nova versão do navegador Firefox com suporte para realidade virtual, assim como já acontece desde o começo de 2017 com o Microsoft Edge e o Google Chrome. Trata-se da tecnologia WebVR, que vai levar esses recursos VR para o browser e é compatível com Oculus Rift e HTC Vive, dois dos mais populares dispositivos desse tipo no mercado.

Estamos trabalhando incansavelmente para tornar o Firefox mais rápido e melhor do que nunca

O WebVR permite que os desenvolvedores criem experiências de realidade virtual enquanto os usuários navegam no Firefox. Basta usar os dispositivos VR para poder apreciar todas as funções novas que o navegador vai oferecer. Isso deve abrir um grande espaço para jogos e outras aplicações criadas diretamente para o browser e que contem com recursos de realidade virtual, sem a necessidade de baixar e instalar um programa.

“Estamos trabalhando incansavelmente para tornar o Firefox mais rápido e melhor do que nunca. E, hoje, estamos trazendo uma versão que introduz novas tecnologias empolgantes e habilitadas para desenvolvedores, além de melhorar a experiência diária para todos os usuários do Firefox”, diz Nick Nguyen, vice-presidente de produto do Firefox.

Dê uma olhada!

Já existem algumas maneiras de testar essa tecnologia com seus óculos de realidade virtual e a nova versão do Firefox

Já existem algumas maneiras de testar essa tecnologia com seus óculos de realidade virtual e a nova versão do Firefox no site http://vr.mozilla.org. “Um dos nossos favoritos é A Painter, uma experiência de pintura VR. Nada disso teria sido possível sem o trabalho árduo da equipe da Mozilla VR, que colaborou com parceiros da indústria, fabricantes de navegadores e a comunidade de desenvolvedores para criar e adotar o padrão WebVR”, acrescenta Nguyen.

Outras novidades que pintaram também na nova versão do Firefox foram a possibilidade de ajustar o número de processos do navegador para cima ou para baixo para melhor adaptá-lo às especificações de seu computador; uma inicialização mais veloz na hora de restaurar múltiplas abas que foram fechadas; e maior estabilidade do programa na arquitetura 64 bits do Windows.

Para conferir o comunicado completo da Mozilla (em português), clique neste link.

Cupons de desconto TecMundo: