Se você tem um smartphone, é bem provável que tenha o WhatsApp instalado. O aplicativo adicionou nos últimos meses a encriptação de ponta a ponta como camada extra (e necessária) para a segurança de seus usuários. Contudo, algumas indicações vazadas na internet mostram que o WhatsApp não está protegendo a sua privacidade de maneira completa: endereços privados de IP são visíveis para servidores externos.

Outros sites ainda sabem quem você é (o IP é o 'endereço' do seu dispositivo) e o horário que acessa o link

Isso significa que o protocolo fica visível em servidores que não são do WhatsApp. Assim que você compartilha links de outros sites dentro do aplicativo, os servidores e os bots do WhatsApp agem para garantir a integridade dos dados referentes ao link — isso para garantir se o domínio não é falso ou malicioso. Caso você se lembre, quando um link é compartilhado, um "preview" da página é mostrado na tela de conversa, com uma imagem e o título de uma matéria, por exemplo.

O problema acontece nesta tarefa — também chamada de ping, baseado no protocolo ICMP. Ao partir para um domínio fora do WhatsApp, é necessária uma conexão que inclui o IP do usuário. Então, os sites estão conseguindo enxergar este IP privado. Ou seja: servidores de outros sites ainda sabem quem você é (o IP é o 'endereço' do seu dispositivo) e o horário que acessa o link.

  • O WhatsApp ainda não comentou o caso. Quando responder, atualizaremos a notícia.

Cupons de desconto TecMundo: