A rigor, existem duas categorias de telefones celulares, atualmente. De um lado, estão os modelos mais simples e econômicos, sem grandes recursos e utilização limitada; no extremo oposto, são encontrados os poderosos smartphones – pequenos computadores que, por comodidade, também fazem ligações.

O Motorola A45 Eco, mais conhecido como Motocubo, não é exatamente um smartphone, mas está bem distante de seus concorrentes menos complexos. Na internet, diz-se que o aparelho inaugurou uma categoria a parte de celulares: os “messagephones”.  

Estes aparelhos são mais voltados à troca de mensagens – SMS, MMS e email – e à interação online em redes sociais. No Brasil, a Motorola dá força ao Motocubo com a inclusão – no sistema proprietário do telefone – de aplicativos dedicados ao Orkut e Facebook, além do excelente navegador Opera Mini e do MSN.

Em um primeiro momento, o formato diferente do Motocubo pode assustar um pouco. Longe de ser finíssimo como outros telefones atuais, o A45 Eco tem uma aparência quadrada, assumindo o tamanho aproximado – e as proporções – de outros telefones ao deslizar a tela que esconde o teclado QWERTY completo.

Motorola Motocubo A45 EcoA interação com o aparelho é toda por botões – nada de tela sensível em um aparelho de preço acessível, de acordo com a Motorola – e bastante ágil. Dificilmente são necessários mais de três toques para acessar algum aplicativo, e a tela inicial conta com atalhos personalizáveis acessados a partir do botão direcional.

A frente do aparelho conta também com outros seis botões – além daquele usado para navegação em menus e aplicativos – com funções específicas.

Na parte superior do painel estão os botões de seleção, um de cada lado do direcional. Na parte mais baixa, são encontrados o botão dedicado às mensagens – foco do Motocubo – e o “Voltar”. Os botões usados para controle das funções de telefone – “Iniciar” e “Encerrar” chamadas – estão localizados no meio do painel.

A tela do Motocubo – um TFT de 65 mil cores e resolução 320 x 240 pixels – não é das melhores. Reflexos e brilhos em ambientes externos tornam praticamente impossível reconhecer a exibição, mas em situações melhores de visualização, o display se comporta bem.

Em termos de memória, o aparelho vem – de fábrica – com um cartão microSD de 2 GB, mas aceita até 32 GB no chip.

Escrita tranquila

Teclado QWERTY do MotocuboEscondido sob a tela, o teclado QWERTY do Motorola A45 Eco apresenta teclas bastante diminutas que, incrivelmente, não complicam a digitação. Com uma ou duas mãos, escrever no teclado do Motocubo se mostrou uma atividade agradável e com poucos erros.

O sistema da Motorola ainda facilita com um acelerador de escrita – semelhante ao T9 – que indica termos para concluir a digitação mais rapidamente. Na maioria dos casos, as palavras sugeridas pelo sistema foram apropriadas, e termos desconhecidos passaram a ser indicados após a primeira inclusão em um texto.

Sempre online

Opera Mini no Motorola A45 EcoA conectividade do aparelho surpreendeu durantes os testes do Motocubo. Mesmo sem apresentar antenas 3G e Wi-Fi, a recepção do sinal EDGE – em uma das principais operadoras móveis do país – sempre foi estável e forte. Comparada com outros aparelhos – até mesmo mais modernos que o A45 Eco –, a antena do slider Motorola é bastante poderosa.

O uso de internet, facilitado por aplicativos como o Opera Mini, Orkut, Facebook e MSN, é um dos grandes atrativos do Motocubo. Mesmo sem todas as funcionalidades de um smartphone, o aparelho aguentou bem a navegação por diversos sites. Um aplicativo dedicado ao Twitter, entretanto, fez falta.

O WebShare, ferramenta para envio facilitado – via MMS – de imagens para blogs e redes sociais também é destaque em termos de conexão do Motocubo.

Entrada USB do Motocubo

Porém, a grande surpresa – e motivo de comemorações, inclusive – do Motocubo é a possibilidade de uso do aparelho como modem. Ligar o A45 Eco, via USB, no Mac OS X ou no Windows, faz com que o aparelho seja reconhecido e automaticamente configurado como ponto de acesso à rede.

Música

Os recursos multimídia do Motocubo são pontos positivos e negativos. A parte aprovada refere-se diretamente à música. O reprodutor de MP3 – que em verdade suporta também os formatos WAV, AAC, AMR, MIDI, eAAC+ , NB e AAC+ – encontra sozinho as pastas em que estão guardadas as suas músicas.

Aplicativos de música do A45 Eco

Criar listas de reprodução é igualmente fácil, podendo usar como referência o catálogo completo de arquivos, o artista ou álbum de cada faixa.

O rádio FM com suporte para RDS também é um bom programa, permitindo a sintonia automática das estações, a gravação de clipes de áudio para o cartão microSD. Estações favoritas podem ser armazenadas para sintonia rápida.

Interação

Menu do sistema desenvolvido pela MotorolaApesar da simplicidade da interface e do sistema operacional desenvolvido pela Motorola para o A45 Eco, passear pelas diversas opções – de configuração, utilização ou personalização – do Motocubo é fácil e rápido. Ícones grandes e bem feitos, texto legível e bom senso na distribuição de cada programa ou regulagem do aparelho tornam a experiência do Motocubo extremamente agradável.

Conforto

Mesmo com seu formato um pouco estranho, o A45 Eco é extremamente confortável. Leve – com apenas 110g – e compacto, o aparelho cabe em qualquer bolso,  – apesar de deixá-los levemente estufados. Durante o uso, ele assume as proporções de um telefone normal.

Consciência ecológica

Assim como o W233 Eco, o Motocubo é feito utilizando o máximo possível de materiais recicláveis. 70% da carenagem do aparelho é feita a partir de garrafas PET, e a embalagem do Motocubo é inteiramente composta com papel reciclado.

Câmera

Foto tirada com a câmera do Motocubo

Apesar do minguados 2.0 megapixels, a câmera do Motocubo surpreende. Além de ser fácil de usar – todas as configurações são feitas a partir do botão direcional – a câmera oferece diversas regulagens de balanço de branco e controle de exposição. O resultado das imagens também é bastante satisfatório, especialmente para uso em redes sociais e blogs.

Campos de texto

Campos de texto ocasionalmente tem problemas

Apesar de todo o cuidado da Motorola em preparar a interface do Motocubo, alguns aplicativos se comportam de maneiras estranhas. Em certos momentos, até programas bons – como o Opera Mini –  apresentaram problemas. Na maioria dos casos, campos de texto não reconheceram o teclado QWERTY completo e apenas a entrada alfanumérica ficou disponível.

Vídeo

Se a música é um dos fortes do A45 Eco, a capacidade de vídeo do aparelho decepciona. Além da baixa resolução da tela, a reprodução de vídeos acontece apenas até 20 fps (“frames”, ou quadros, por segundo). As pequenas dimensões do visor também comprometem a utilização do Motocubo para assistir a vídeos.

Provavelmente, graças a esses problemas, o aparelho também não tem nenhum aplicativo para acesso ao YouTube.

Onde estou?

Google Maps com precisão de 700 metros no Motocubo

Mais culpa da tecnologia utilizada do que do aparelho em si, o desempenho do Google Maps – em versão desenvolvida pela Motorola em conjunto com a Google – no Motocubo é decepcionante.
Como não há antena de GPS no A45 Eco, a localização é feita a partir da triangulação de antenas de celular, o que oferece resultados pouco precisos.

Java e aplicativos

Aplicativos em Java no MotocuboTodos os softwares passíveis de instalação no Motocubo devem ser programados em Java. Para um telefone que se destaca da categoria de “básico” como o A45 Eco, a falta de outras opções compromete um pouco sua personalização e adaptação às necessidades do usuário.

Além disso, é necessário que o arquivo JAR com o programa esteja no cartão de memória para que possa ser instalado. Uma opção de download direto de aplicativos poderia facilitar bastante a utilização do aparelho.

Bateria

A duração da bateria do Motocubo segue o mesmo conceito da posição do aparelho na escala de celulares. Ainda que a carga dure mais do que os dois dias usuais com smartphones – como o Motorola Milestone ou o iPhone –, o período entre os “pit stops” não chega perto da semana de duração conseguida em telefones mais simples.

Especialmente para quem usa bastante a internet, ou escuta música o dia inteiro, a duração de cada recarga gira em torno de três dias.

Motorola Motocubo A45 EcoSe você sente a necessidade de estar online, principalmente em termos de redes sociais, e ainda assim não gosta da ideia de gastar milhares de reais em um smartphone, o Motocubo é – provavelmente – a melhor opção de aparelho.

As funções intermediárias – entre um telefone simples e um computador de bolso – do A45 Eco oferecem possibilidades interessantes para o uso cotidiano. O teclado QWERTY e o foco na troca de mensagens – SMS, MMS e email – permitem que a comunicação, a partir do Motocubo, não se restrinja às ligações telefônicas.

Ainda assim, o aparelho é limitado. Apesar das suas facilidades, o dispositivo não é um smartphone, e usuários com foco mais profissional podem não encontrar tudo o que necessitam no Motocubo. Editores de texto e planilhas de cálculo, por exemplo, não existem nos menus do slider da Motorola.

Cupons de desconto TecMundo: