(Fonte da imagem: Reprodução/SMS Pirata)

Entrou no ar na última semana o site SMS Pirata, que recebe denúncias dos consumidores por conta do recebimento de mensagens de SMS indesejadas, o chamado spam. O serviço é gerenciado pelo Mobile Entertainment Forum, associação mundial que representa e regula as empresas de mobile.

Ao enviar uma denúncia, os remetentes são encaminhados às operadoras de telefonia, que ficam responsáveis por tomar as medidas cabíveis para bloquear o número. Segundo estatísticas da associação, o mercado ilegal de mensagens representa pelo menos a metade do total de SMS comerciais enviados. Para se ter uma ideia, estima-se que apenas no Brasil cerca de 1,76 bilhão de mensagens são enviadas todos os anos de forma legal.

Identificando um SMS pirata

Identificar a procedência de um SMS não é uma tarefa complicada, conforme explica Gabriela Vargas, gerente executiva de marketing da Zenvia, uma das empresas que está envolvida na iniciativa. “As empresas cadastradas recebem um código de quatro dígitos, que deverá aparecer como remetente. Já as empresas piratas exibem um número de celular ou um nome”, afirma.

Em média, as operadoras cobram R$ 0,06 por envio de mensagem comercial. No mercado ilegal, esse valor pode chegar a R$ 0,03. As empresas que contratarem serviços ilegais para envio de mensagens também podem ser multadas. A pena pode render multa de R$ 10 mil ao infrator, além de prisão por um período entre dois a quatro anos.

Cupons de desconto TecMundo: