Há alguns dias, nos EUA, um cliente da operadora mobile Everything Everywhere recebeu um SMS simples, mas cheio de mistérios. Em primeiro lugar, a mensagem não continha nenhum texto ou caractere que ajudasse a entender o sentido desse conteúdo. Além disso, o número do remetente era simplesmente absurdo: “19447527996160170309081216”. O mais intrigante de tudo, no entanto, era a data de envio do texto: 8 de setembro de 2003.

A captura de tela que deu início a essa história foi postada na última quinta-feira (9), no Reddit e deu a entender que, de alguma maneira, uma mensagem escrita há quase 14 anos chegou nesta semana ao seu destinatário. Claro que, momentos após essa publicação feita pelo internauta Nihlus89, os adeptos da comunidade trataram de criar todo tipo de teoria da conspiração, envolvendo desde viagens no tempo até ação de forças sobrenaturais.

Mensagem do passado? Não exatamente...

O texto invisível e o ano base de 2003 seguiam como uma constante

Não demorou, porém, para que outro fato colocasse ainda mais lenha na fogueira: esse não era um caso isolado, e centenas de pessoas nos EUA têm recebido esse mesmo tipo de SMS nos últimos meses, com os primeiros episódios do tipo datando de outubro de 2016. Apesar de o número telefônico utilizado para o envio mudar a cada interação, o texto invisível e o ano base de 2003 seguiam como uma constante em todas as publicações compartilhadas na web.

Inicialmente, alguns usuários mais sensatos acreditaram que se tratasse de algum tipo de hack baseado em uma falha da operadora de telefonia em agosto do ano passado, mas assinantes da Vodafone também começaram a ser alvos dessas mensagens misteriosas. Quer dizer, então, que se trata mesmo de algo inexplicável e além da nossa compreensão? Aparentemente, não. A história, mais uma vez, se baseia em alguns espertinhos do presente – e não do passado – com um bom conhecimento técnico e pouco ou nenhum bom senso.

O outro lado do SMS

Segundo o usuário Arve, também do Reddit, o protocolo SMS é dividido em duas categorias distintas: o Text Mode, que é o mais comum e usado até hoje em trocas de mensagens convencionais, e o Protocol Data Unit (PDU), utilizado apenas em situações específicas, mas que oferece um grande controle sobre os envios. Que tipo de controle? Bem, com a habilidade certa e um modem GSM a tiracolo, alguém mal-intencionado pode editar completamente o conteúdo dos textos – sim, da informação do remetente à data de sua postagem.

Apesar de, em um primeiro momento, isso parecer algo inofensivo e mais próximo de uma pegadinha, esse tipo de investida pode ser adotado por criminosos para dar golpes ou até mesmo se infiltrar remotamente no dispositivo de suas vítimas. E você, já recebeu algum SMS como esses aqui no Brasil? Deixe o seu comentário sobre o tema mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: