Uma empresa chamada Longshine Technologies acaba de apresentar em Taiwan a sua primeira linha de smartwatches com Android. Por enquanto, apenas dois aparelhos foram mostrados, o Halo 1 e o Halo 2. O grande diferencial desses dispositivos para outros aparelhos da categoria é o fato de suas baterias durarem por até três dias de uso contínuo.

Esse detalhe é uma estimativa da própria fabricante, mas, até agora, não pôde ser comprovado por ninguém da imprensa de tecnologia para que possamos ter uma ideia isenta sobre a duração. De qualquer forma, os aparelhos devem durar mais tempo longe das tomadas que qualquer outro Android Wear no mercado atualmente.

Se você estava achando que tinha alguma pegadinha nessa história toda, você acertou. Trata-se de uma linha de smartwatches com uma versão bem básica do Android tradicional e não do Android Wear. Fora isso, eles têm uma tela OLED transparente com resolução de 96x96. Embaixo dela, há ponteiros analógicos de verdade. Isso quer dizer que sistema não precisa mostrar as horas o tempo todo, lidando apenas com as funções inteligentes quando o usuário precisa delas.

O aparelho pode ficar pareado a um smartphone para realizar chamadas, enviar mensagens e usar a conexão deste com a internet, mas uma das versões tem espaço para um chip SIM. Com isso, ele consegue realizar ligações como um celular de verdade. A rede, entretanto, é apenas 2G.

No que diz respeito aos componentes internos, os smartwatches Halo da Longshine Technologies possuem um processador ARM Intel XMM 2231 de 300 MHz, 512 de RAM e 4 GB de armazenamento interno. Um bocado de apps já vem instalado, mas esse armazenamento você poderá usar praticamente apenas para ouvir músicas, já que os aparelhos têm um player de áudio para arquivos MP3.

Ainda não há detalhes sobre data de lançamento ou preço, mas acredita-se que os dispositivos sejam vendidos inicialmente apenas em Taiwan.

Cupons de desconto TecMundo: