(Fonte da imagem: Reprodução/Intel)

A ideia da Intel é bastante clara: tudo deve ser “inteligente” (smart). Dessa forma, a companhia apareceu com a sua própria linha de aparatos vestíveis durante a atual edição da feira CES 2014. “Wearables não estão por toda parte ainda porque não resolvem problemas reais e porque não estão integrados ao nosso estilo de vida”, disse, sentencioso, o CEO da companhia, Brian Krzanich, em sua palestra.

Smartwatch com notificações de localização

Um dos dispositivos que mais atraíram as atenções foi um novo smartwatch. Embora apresente funcionalidades muito semelhantes a outros dispositivos do gênero atualmente no mercado, o gadget traz consigo uma vantagem considerada crucial pela Intel: a possibilidade de emitir notificações baseadas no local em que o usuário se encontra.

(Fonte da imagem: Reprodução/ReadWrite)

Há até um exemplo prático sobre a utilidade da função: pais particularmente ciosos de seus filhos podem saber onde as crianças se encontram a todo o momento, acompanhando o caminho até a escola. Ademais, caso o pimpolho se atrase por qualquer motivo, o relógio emitirá um aviso.

Nenhum outro detalhe foi mencionado no momento. Entretanto, espera-se que novas imagens e perspectivas de preço surjam em algum momento deste ano.

Wearable biométrico

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Em um golpe certeiro na indústria fitness, a Intel mostrou também um novo dispositivo de leitura biométrica — na forma de fones de ouvido (aparentemente) confortáveis. O gadget é dotado de diversos sensores, os quais medem constantemente os seus batimentos cardíacos, extraindo energia da entrada no seu smartphone — o qual contará com um aplicativo exclusivo.

Carregador-tigela

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Ok, o título vai à falta de um melhor. Entretanto, convenhamos, é exatamente o que é este prático dispositivo de carregamento por indução. Basta colocar um gadget compatível dentro da nova tigela da Intel para recarregar a bateria — sem qualquer necessidade de fios.

Edison: sua porta particular para o wearable

Conforme dito anteriormente, a Intel não está interessada apenas na produção de gadgets próprios para que você pendure nas orelhas ou ao redor do pulso. Na verdade, ao anunciar o novo “Edison”, a ideia da companhia é que você mesmo — seja como um indivíduo inventivo ou como uma pequena empresa — tenha a oportunidade de desenvolver os próprios gadgets vestíveis.

Trata-se de um computador completo construído sobre uma das tecnologias proprietárias da Intel, a Quark. A proposta, justamente, é “ajudar a derrubar barreiras iniciais para indivíduos e pequenas companhias, a fim de que possam criar wearables inovadores e conectados ou mesmo outras formas de aparelhos”.

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

O SoC se parece muito com um cartão SD padrão, trazendo consigo funcionalidades wireless e suporte para múltiplos sistemas operacionais. O Edison deve chegar na metade de 2014, trazendo consigo ainda uma loja de aplicativos própria, para desenvolvedores.

“Nós acreditamos que o Edison permitirá inovações rápidas e acelerará o desenvolvimento de produtos”, disse Krzanich em sua palestra. “Com o Edison, as possibilidades são ilimitaddas.”

Gadgets com sentidos humanos

Por fim, a Intel também anunciou que acrescentará “sentidos humanos” às suas novas linhas de ultrabooks, notebooks, two-in-ones e all-in-ones — além de uma miríade de dispositivos portáteis. De forma geral, a novidade deve ser parte integrante de toda uma nova família de produtos de hardware e software.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O primeiro produto revelado é a câmera RealSense 3D. Trata-se, para efeitos de comparação, de uma abordagem própria do que se vê atualmente em dispositivos como o Kinect — com reconhecimento de imagem e também de sons.

A Intel afirmou também que trabalha atualmente em colaboração com a Microsoft para levar vídeos mais “imersivos” às chamadas de Skype ou Lync — adicionando, por exemplo, a possibilidade de remover ou alterar o plano de fundo durante uma chamada com vídeo.

Cupons de desconto TecMundo: