Detecção de olhos parece uma grande função do dispositivo hipotético. (Fonte da imagem: Reprodução/USPTO)

Tanto tem se falado nos prováveis smartwatches da Samsung e Apple que esse tipo de dispositivo ganhou popularidade, pelo menos na internet. Como não poderia deixar de ser, essas duas empresas não ficarão sozinhas na corrida dos “gadgets vestíveis”. Entre as várias companhias que mostraram interesse pelo setor está a Motorola, que acabou de ter um pedido de patente publicado no site da organização que cuida de propriedade intelectual nos EUA.

O aparelho da empresa não é chamado exatamente de smartwatch, mas, pelas funções descritas no documento, é possível que ele de fato faça parte dessa categoria ou algo muito próximo. A patente da Motorola explica que se trata de um gadget feito para assistir o usuário em algumas tarefas do cotidiano, como em atividades físicas, nas quais ele poderá monitorar sinais vitais e outros dados do corpo.

Fora isso, é interessante notar que, caso um futuro dispositivo seja concebido respeitando os detalhes da patente, o aparelho terá um sistema com dois displays sensíveis ao toque, além de poder realizar identificação da posição dos olhos do usuário para ativar determinadas funções do sistema.

A Motorola já fabricou um dispositivo que poderia ser chamado de smartwatch, mas que não se tornou tão popular. Apresentado em 2011, o MOTOACTV usava uma versão simplificada do Android, sendo basicamente um player para ser usado durante atividades físicas.

Cupons de desconto TecMundo: