Embora muitas pessoas já tenham apostado na compra de smartwatches, há quem prefira os modelos “não inteligentes” por um motivo simples: a duração de bateria. Verdadeiros computadores portáteis, dispositivos como o Apple Watch consomem uma quantidade generosa de energia e não conseguem passar muitos dias longe de uma base de recarga.

É justamente para resolver esse problema que a Matrix Industries desenvolveu o PowerWatch, gadget que atualmente passa por uma fase de financiamento no Indiegogo. O produto serve como uma prova de conceito da tecnologia termoelétrica da companhia que usa o calor do corpo para assegurar que o relógio inteligente vai ter a energia necessária para funcionar.

Para que a tecnologia funcione, um dos lados do relógio tem que estar em contato constante com uma fonte de calor, enquanto sua ponta oposta tem que permanecer bastante resfriada. A empresa usa uma série de dissipadores disfarçados como parte do design para garantir que isso aconteça, empregando materiais metálicos que auxiliam no processo.

Medição precisa de calorias

Quando o PowerWatch não está sendo usado, ele aciona um modo de repouso que é mantido graças a uma bateria interna — durante essa fase, ele só conseguem mostrar o horário correto. Ao parear o produto com um smartphone via Bluetooth, o usuário vai poder sincronizar a hora local e customizar a face externa do relógio, mas não haverá qualquer recebimento de notificações.

O gadget tem previsão de envio para julho de 2017

Em compensação, o gadget é especialmente atraente para quem faz exercícios, podendo medir com precisão as calorias gastas durante uma atividade física graças a diferenças súbitas na temperatura corporal do usuário. Caso você esteja interessado na novidade, é preciso doar pelo menos US$ 119 (R$ 409) para garantir uma unidade em pré-venda, com previsão de envio para julho de 2017.

Cupons de desconto TecMundo: