(Fonte da imagem: Divulgação/Skype)

O Skype pode ser hoje uma referência entre os programas mensageiros e de chamadas por vídeo e voz, sendo o principal canal de comunicação oferecido pela Microsoft, em substituição ao Messenger. Porém, de acordo com a revelação de um dos seus fundadores, o plano para o programa era completamente diferente.

Jaan Tallinn, respondendo a perguntas de usuários no Reddit, contou que a ideia era fazer do Skyper (com r na grafia original) uma rede única de acesso compartilhado entre os usuários, algo similar ao que o Fon faz hoje em dia, encorajando que os clientes retransmitam suas conexões.

Com base nessa infraestrutura conectada em rede, o Skyper ofereceria canais de TV e serviços de telefonia. Porém, o plano não foi adiante porque Jaan e seus companheiros enfrentavam uma série de processos por infringir direitos autorais devido ao KaZaa, o que acabou obrigando-os a abandonar os planos de transmissão de TV.

Além disso, eles descobriram que os produtos de VoIP disponíveis na época eram muito ruins para lançar seus serviços e decidiram, por fim, confeccionar seu próprio programa de conversação pela internet. Assim nasceu o Skype, que só perdeu o r no final porque o domínio Skyper.net já havia sido registrado.

Cupons de desconto TecMundo: