Assim que terminar de coletar fundos no Kickstarter, a Inboard Sports promete revolucionar o design de skates elétricos. Isso porque, diferentemente da maioria dos modelos atualmente disponíveis no mercado, o Monolith Skateboard tem seu motor localizado dentro das rodas. E não é apenas isso: graças ao sistema batizado pela fabricante de “Manta Drive Technology”, o Monolith deve ser igualmente mais leve e mais confortável.

Basicamente, a referida tecnologia torna possível um motor relativamente menor, cujo posicionamento ainda elimina a necessidade do shape consideravelmente pesado de outros modelos. Isso porque a rotação ali não se baseia no clássico formato de correias, que é substituído por roldanas flutuantes — em um funcionamento que, de quebra, ainda elimina grande parte do atrito e, consequentemente, do desgaste das peças e do esforço para mover o skate caso a bateria acabe antes do previsto.

Na verdade, caso fique sem baterias, o Monolith deve simplesmente virar um skate longboard normal... É só meter o pé no chão para dar impulso. Ademais, o controle remoto RFLX se mantém confortavelmente preso a uma das mãos, permitindo até mesmo algumas manobras.

Bateria substituível e carregador para celulares

A criação da Inboard Sports também deve ser a primeira a permitir substituição de baterias. Em teoria, passados 16 quilômetros (a uma velocidade máxima 38 quilômetros por hora), basta erguer a tampa do aparato, retirar a bateria vazia e encaixar uma segunda.

Além disso, o Monolith ainda deve evitar que você fique sem celular em algum momento crítico — já que, além de servir para carregar a própria bateria, a porta USB do skate também pode quebrar o galho do seu smartphone. A propósito, o seu aparelho poderá retribuir o favor controlando diversos parâmetros do Monolith por meio de um aplicativo exclusivo.

Toda essa novidade, entretanto, não sai sem um bom preço. Basicamente, para garantir o seu Monolith, você precisará contribuir com o projeto da Inboard Sports com pelo menos US$ 1.199, já que todas as ofertas inferiores ficaram restritas a apenas alguns apoiadores — embora ainda seja possível conseguir alguns mimos bacanas despendendo US$ 230, incluindo um long board normal (não motorizado) da Hydroflex Skateboards, companhia que ajudou a desenvolver o Monolith.

Atualmente, a meta de US$ 100 mil da Inboard Sports já foi ultrapassada em mais de US$ 80 mil — e a campanha deve durar ainda 23 dias. Confira abaixo as especificações técnicas do Inboard Sports Monolith.

Especificações técnicas do Monolith

  • Velocidade máxima: 38,6 quilômetros por hora (é possível ajustar o limite para qualquer ponto entre 11,3 quilômetros por hora e 38,6 quilômetros por hora utilizando um aplicativo exclusivo)
  • Duração da bateria: 16,1 quilômetros (LiFePo4)
  • Peso do skate: 5,4 quilogramas
  • Peso máximo do usuário: 113,4 quilogramas (conforme testes)
  • Sistema de direção: Manta Drive® In-Wheel Direct Drive Technology (tração nas rodas traseiras por meio de motor interno)
  • Sistema de freios: Electronic Regenerative Braking 
  • Controle de aceleração: RFLX Remote or Vision - Mobile App 
  • Conectividade: Bluetooth Low-Energy 
  • Rodas: 79 milímetros
  • Tempo para carregamento da bateria: 90 minutos 
  • Baterias: substituíveis
  • Vida útil da bateria: mais de 1 mil carregamentos completos  
  • Material da prancha: composto rígido de pouco peso (para velocidade e estabilidade)
  • Dimensões da prancha: 94 centímetros de comprimento, 25 centímetros de largura (com convavidades variando entre 13 milímetros e 9 milímetros nas extremidades frontal e traseira, respectivamente
  • Porta USB para recarregamento da bateria e de telefones celulares (ou qualquer outro dispositivo USB)