A Fundação Raspberry liberou nesta quarta-feira (28) o lançamento do sistema operacional PIXEL (acrônimo para Pi Improved Xwindows Environment Lightweight). O objetivo da nova plataforma é não somente melhorar a acessibilidade do aparelho, mas também oferecer um ambiente de uso que seja considerado mais tolerável e belo por um grande número de usuários.

As mudanças são notadas já durante o boot do sistema, que deixa de exibir a maioria das mensagens de diagnóstico vistas anteriormente. A novidade oferece um total de 16 imagens de fundo, atualiza a aparência padrão de ícones e, em geral, torna a distribuição de Linux mais próxima de outras versões que visam um público mais casual de usuários.

O novo visual do menu do PIXEL

Do ponto de vista do uso, o PIXEL torna mais fácil ver se a sua máquina está superaquecendo ou trabalhando com uma voltagem abaixo da ideal. O sistema também facilita ligar o WiFi e o Bluetooth simultaneamente, também permitindo que você se desligue de redes wireless com maior rapidez.

Para completar, o sistema operacional traz novas fontes e apps inéditos como o RealVNC, o SenseHAT e pacotes com um lançamento inicial do Chromium para o Pi. Essa ferramenta se aproveita do sistema nativo de aceleração por hardware da plataforma e tem o potencial de oferecer uma experiência de navegação melhor que a disponível até então. A Raspeberry vai embarcar o PIXEL em todas as unidades novas do Pi, sendo que também é possível baixá-lo gratuitamente clicando neste link.

Cupons de desconto TecMundo: