O Airbnb, um serviço online onde você disponibiliza um local para estadia de curto período diretamente para o hóspede, não está agradando muito um grupo de empresários do ramo de hotelaria em Fortaleza, capital do Ceará. Para eles, juntamente com o Sindicato dos Hotéis do Ceará, a plataforma prejudica o setor concorrendo de maneira irregular com os hotéis que prestam serviço na cidade.

Nós, hoteleiros, pagamos os nossos impostos, temos uma carga tributária entre as maiores do mundo e geramos empregos

Reunidos com o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, os donos de hotel esclareceram suas preocupações e propuseram a formação de uma comissão especial para discutir tecnicamente as consequências da utilização do Airbnb junto à Câmara Municipal de Fortaleza.

Manoel Cardoso Linhares, presidente do Sindicato dos Hotéis do Ceará, sente que o serviço prejudica os hotéis: “Nós, hoteleiros, pagamos os nossos impostos, temos uma carga tributária entre as maiores do mundo e geramos empregos”.

Empresários reunidos com o prefeito de Fortaleza: "O Airbnb pode não estar legalmente regulamentado"

Concorrendo dentro da lei

O Airbnb afirmou segue todas as exigências da lei de inquilinato e que os proprietários das hospedagens declaram os ganhos à Receita Federal

Com cerca de 2 mil hospedagens cadastradas no aplicativo, Fortaleza tem no turismo uma grande fonte de renda e os usuários do Airbnb consideram o serviço uma ótima alternativa para os preços de hotéis na cidade, além de apresentar mais conforto para quem quer mais liberdade na estadia.

Acusada de sonegação de impostos ao prestar serviços nesse setor, o Airbnb afirmou segue todas as exigências da lei de inquilinato e que os proprietários das hospedagens declaram os ganhos à Receita Federal. A empresa também destacou que o aplicativo impulsiona o setor do turismo na cidade. Confira a seguir a nota oficial do Airbnb:

"O aluguel de temporada está previsto e regulamentado na Lei do Inquilinato. E os locatários declaram os ganhos no imposto de renda, conforme as regras da Receita Federal. O Airbnb confia que as autoridades de Fortaleza avaliarão o tema com atenção voltada aos interesses da sociedade, já que a plataforma ajuda a impulsionar o turismo, a economia local e a renda doméstica de muitos fortalezenses.

Na alta temporada, por exemplo no Carnaval, quando os  preços disparam e os hotéis ficam lotados, o Airbnb ajuda a garantir hospedagem para viajantes e renda para os moradores, de forma segura e prática para todos."

Cupons de desconto TecMundo: