Quem é que não ficou empolgado, maravilhado, estatelado ou pelo menos impressionado ao assistir o curta Power/Rangers  (acima), uma produção que reimagina a primeira temporada de Power Rangers? O vídeo com quase 15 minutos foi um verdadeiro fenômeno aqui no TecMundo, sendo muito bem recebido pelos leitores que anseiam por, um dia, poder ver algo assim se tornando realidade.

No entanto, o diretor Joseph Kahn já disse não ter intenção de dar continuidade ao projeto, o que pode ser um “balde de água fria” bem mais morno do que ainda está por vir. Segundo o site TMZ, o estúdio que detém os direitos dos Power Rangers está pedindo para que o vídeo seja retirado do ar.

Mighty Morphin Power Rangers

O YouTube é o próximo

O vídeo que foi publicado no YouTube pelo produtor Adi Shanker ainda está online, mas a reprodução postada no Vimeo já foi retirada a pedidos do Saban Capital Group Power Rangers LLC, o estúdio por trás da série. Kahn solicitou apoio através do Twitter, pedindo para que os fãs intercedam em favor do curta.

Além disso, ele já havia explicado, através da rede social, que não havia ganhado nada com a produção: “Cada cena de Power/Rangers é original. Nada era pré-existente. Não há cenas com direitos autorais no curta. Eu não estou ganhando nenhum dinheiro com isso e me recuso de aceitá-lo de alguém. Eu nem o coloquei no Kickstarter, eu paguei por tudo. Isso foi feito para ser dado de graça. É como se eu tivesse desenhado os Power Rangers em um guardanapo e dado para o meu amigo. É ilegal dar um desenho que eu fiz gratuitamente? Não”, disse ele em uma sequência de tweets.

.....

Será que o estúdio dos Power Rangers vai manter essa postura mesmo diante das alegações do diretor Joseph Kahn? O curta é muito bacana e seria triste vê-lo saindo do ar dessa maneira. No entanto, ainda não ouvimos o posicionamento da Saban Capital Group Power Rangers LLC, que pode ter bons argumentos para adotar essa postura. De qualquer forma, resta-nos esperar e torcer para que o que é correto prevaleça.

Atualização: vídeo removido do YouTube

Como muitos devem ter percebido, a produção Power/Rangers foi retirada do ar por reivindicações do estúdio Saban Capital Group Power Rangers LLC, empresa que detém os direitos da série. Nesta matéria, colocamos um vídeo alternativo que ainda não foi removido do YouTube, o que pode acontecer sem aviso prévio. O ocorrido pode ser mais bem entendido nesta matéria em que “Tommy”, o Ranger verde, fala sobre o assunto.

Cupons de desconto TecMundo: