A Netflix lança nesta sexta-feira, dia 30 de setembro, a sua nova série produzida em parceria com a Marvel Television.

Depois do sucesso de Demolidor (Daredevil) e Jessica Jones, é a vez de Luke Cage combater a criminalidade na cidade de Nova York.

O programa apresenta o personagem titular, que, após um experimento científico sabotado, adquire força descomunal e pele impenetrável.

Luke Cage fez sua estreia no Universo Marvel durante a primeira temporada de Jessica Jones, mas agora ele deixa o bairro da Cozinha do Inferno para tentar reconstruir a sua vida no Harlem.

A situação da cidade, no entanto, acaba fazendo com que Luke abandone o anonimato e enfrente o passado que estava tentando deixar para trás.

Alguns episódios da série foram oferecidos pela Netflix para membros da crítica, que publicaram suas primeiras impressões sobre o programa.

Confira abaixo alguns comentários da crítica estrangeira sobre Marvel’s Luke Cage, que sugerem que o elenco ótimo compensa o ritmo lento e alguns desenvolvimentos precários da narrativa:

A série é notável pela forma como reinventa um super-herói dos quadrinhos criado por escritores brancos no auge da era Blaxploitation durante a década de 1970” (John Doyle, da Globe and Mail).

A interpretação incrivelmente carismática do protagonista Mike Colter e as atuações do resto do elenco são boas o suficiente para superar os pontos irregulares desta nova adição ao Universo Marvel, que incluem um episódio piloto um tanto desajeitado e uma tendência a se prolongar mais do que deveria (um traço comum entre dramas do streaming e da TV a cabo, e não apenas nos programas de super-heróis)” (Maureen Ryan, da Variety).

A interpretação de Colter é forte o suficiente para manter o foco sobre Luke Cage. A sua performance é tão poderosa que não nos importamos que a trama tenha sido reciclada de centenas de quadrinhos. O resto do elenco também faz um ótimo trabalho” (David Wiegand da San Francisco Chronicle).

Luke Cage faz um excelente trabalho ao dar a cada um dos seus membros do elenco (não importa quanto tempo eles permanecem no programa) personalidades distintas e momentos memoráveis que criam riscos imediatos. Mas ninguém brilha tanto quanto Colter” (Allison Keene, do Collider).

Luke Cage é um avanço para a Marvel, um drama provocativo, socialmente consciente, que traz uma nova perspectiva para o gênero – cada vez mais populoso – de super-heróis” (Bernard Boo, do We Got This Covered).

Luke Cage não é um programa fácil de fazer maratona, mas há algo a se apreciar no ritmo em estilo noir dos anos 1970” (Melanie McFarland, do Salon).

A abundância de falhas - um ritmo lento, tramas rasas e prolongadas - não chega a prejudicar tudo que há de interessante. Luke Cage é um esforço significativo no desenvolvimento de um novo modelo de herói negro” (Jeff Jensen, da Entertainment Weekly).

Ansiosos para conferir a nova série?

Via Minha Série.

Cupons de desconto TecMundo: