(Fonte da imagem: Reprodução/The Optical Society)

Pesquisadores austríacos acabam de anunciar uma nova tecnologia que promete revolucionar o que sabemos sobre a captura de imagens em câmeras digitais e outros dispositivos eletrônicos. Trata-se do primeiro sensor de imagens a ser completamente transparente, ao mesmo tempo em que é flexível. Para que sejamos mais exatos, é também o primeiro sensor feito com películas de polímeros.

Em conjunto a isso, existe um concentrador de luminescência, criado com uma série de pequenas partículas fluorescentes. Quando a luz entra em contato com esse material, ele fica transparente. As imagens são interpretadas de acordo com a quantidade de luz que passa pela estrutura, fazendo com que várias escalas de luminosidade sejam reconhecidas e formem as “fotografias”.

Como os estudos ainda estão em fase inicial, somente alguns poucos tons de cinza são reconhecidos no sistema, mas os pesquisadores afirmam que isso pode chegar a escalas RGB no futuro. Vale dizer que não há pretensão de transformar a tecnologia do sensor em algo para câmeras digitais, mas sim para sistemas de reconhecimento de gestos — para televisores e video games, por exemplo.

Por enquanto, o chip flexível está sendo totalmente financiado pelos pesquisadores e pela Universidade Johannes Kepler, na Áustria. Caso alguma empresa ligada aos segmentos de reconhecimento de gestos se interesse pelo sistema, é possível que mais dinheiro seja injetado o projeto, o que fará com que a aplicação comercial dele chegue mais cedo.

Cupons de desconto TecMundo: