(Fonte da imagem: Divulgação: techon.nikkeibp.co.jp)

Seria realmente difícil negar o pioneirismo do Kinect em relação às tecnologias de captura de movimentos — pelo menos do ponto de vista de um modelo comercialmente viável. Entretanto, o periférico da Microsoft trazia separado uma câmera e um sensor de profundidade para registrar as suas peripécias diante do Xbox 360. Bem, esse não é o caso da nova tecnologia da Samsung.

A empresa acaba de anunciar o novo CMOS, um sensor que alia, em uma mesma peça de silicone, uma câmera RGB tradicional e um dispositivo capaz de registrar a profundidade da imagem. O funcionamento se dá alternadamente.

Por parte da câmera, há uma imagem com resolução de 1.920 x 720 (1,38 megapixel), enquanto que os pixels responsáveis pelo eixo Z, quatro vezes maiores, apresentam uma resolução de 480 x 360 para a profundidade. Como os pixels Z ocupam espaço físico no próprio sensor, o software de processamento de imagem interpola os valores para obter os dados faltantes na imagem.

Enfim, o primeiro passo comercial talvez tenha sido dado pela Microsoft, mas parece que, em breve, não será apenas uma geringonça fixa que poderá detectar os seus movimentos. De fato, com o novo sensor, não é difícil imaginar, em um horizonte não muito distante, câmeras e dispositivos móveis com tal detecção. Para novidades de mais conquistas científicas, fique ligado no Tecmundo.

Cupons de desconto TecMundo: