A Symantec realizou um estudo sobre cibercrimes e os impactos que eles causam na vida das pessoas. Sobre nós, brasileiros, a pesquisa mostra que 9 entre 10 pessoas já sofreram com falhas de segurança na internet. Com isso, a Symantec afirma que, nos últimos 10 meses, o prejuízo no país foi de R$ 44 bilhões.

Um cenário não muito positivo também foi revelado: os brasileiros são mais vulneráveis aos cibercrimes do que habitantes de outros países. Veja abaixo os dados:

  • 75% dos entrevistados tiveram o smartphone/tablet roubado (no mundo, 46%)
  • 57% tiveram o perfil em rede social acessado sem permissão (no mundo, 36%)
  • 54% caíram em phishing (no mundo, 30%)
  • 54% sofreram fraude no cartão de crédito (no mundo, 35%)

Segundo Fran Rosch, vice-presidente executivo da Norton, "a confiança do consumidor foi abalada por um número sem precedentes de megaviolações, onde foram expostas as identidades de milhões de pessoas que estavam simplesmente fazendo compras de rotina em lojas varejistas renomadas.

"De acordo com os nossos resultados, as manchetes abalaram a confiança das pessoas em relação às atividades móvel e online, mas a ameaça do cibercrime não levou à adoção generalizada de medidas de proteção simples que as pessoas devem tomar para prezar por seus dispositivos e informações online", comentou Rosch.

Compartilhamento de senhas

Um dos pontos comentados pela Symantec é que o brasileiro falha no primeiro teste de segurança online, que é o uso da senha — e mesmo assim, a maioria de nós acredita que somos nota 10 em prática de segurança.

Sobre isso, veja os outros dados divulgados pela Symantec:

  • De um montante de 13%, 68% afirmaram compartilhar senhas de email, 54% de mídias sociais, 48% de TV, 45% senhas bancárias;
  • 65% dos brasileiros acreditam que é mais arriscado compartilhar a senha do email com um amigo do que emprestar o próprio carro;
  • Mais de 1 entre 3 entrevistados não usam senha em smartphones, notebooks ou desktops.

Você compartilha as suas senhas? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: