Um rapaz que passeava com um grupo de crianças na região montanhosa de Powys, no País de Gales, morreu atingido por um raio durante uma tempestade. Outras pessoas se feriram no mesmo local, mas uma provável causa para o óbito do cidadão seria o uso de um "pau de selfie".

Fontes ligadas ao resgate do local informam que ele carregava uma versão do famoso dispositivo metálico para tirar fotos de si mesmo — e que isso poderia ter atraído uma descarga elétrica. O papel do pau de selfie na tragédia não foi confirmado até o momento pelo laudo médico, mas o acontecimento serve de aviso para quem utiliza o acessório ao ar livre durante dias chuvosos.

Segundo o Telegraph, o rapaz era assessor, tinha cerca de 50 anos e provavelmente estava acompanhado de uma mulher quando a tempestade de raios começou — o grupo de jovens não acompanhou a cena, pois estava em um lado oposto de uma montanha com outro adulto responsável.

Outro homem morreu enquanto escalava o monte Cribyn e mais duas pessoas ficaram feridas em regiões próximas. As autoridades do local acreditam que a tempestade chegou rápido demais e não houve tempo para que as vítimas procurassem uma proteção. Vale lembrar que o pau de selfie está impopular em locais de grande circulação de pessoas e festivais: recentemente ele foi proibido nos parques da Disney e no Coachella.

Cupons de desconto TecMundo: