Selfie mortal: russa aponta pistola na cabeça e aperta botão errado

1 min de leitura
Imagem de: Selfie mortal: russa aponta pistola na cabeça e aperta botão errado
Avatar do autor

Tirar selfie está ficando cada vez mais perigoso. Depois de uma mulher cair de um penhasco e de outra morrer eletrocutada, foi a vez de uma russa quase perder a vida ao tentar tirar uma foto de si mesma.

Um russa, de 21 anos, encontrou uma pistola 9 mm em seu escritório. Na esperança de fazer uma selfie diferente, ela apontou a arma na cabeça e preparou o celular, mas provavelmente a jovem deve ter apertado o “gatilho” errado.

A arma disparou (ainda não se sabe se acidentalmente) e a mulher levou um tiro quase fatal na têmpora. Ela está internada em estado grave no hospital Sklifosovsky, em Moscou, desde quinta-feira (21), dia do acidente.

A polícia acredita que a arma foi deixada no escritório por um segurança há pelo menos duas semanas e que atualmente ele está de férias. De acordo com as leis locais, o homem pode pegar até seis meses de prisão por armazenamento negligente da pistola.

Via EmResumo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Selfie mortal: russa aponta pistola na cabeça e aperta botão errado