Um novo acessório tecnológico que virou moda em todo o mundo pode fazer com que sul-coreanos encarem até três anos de prisão, além de uma multa que pode chegar a R$ 70 mil. Será uma bomba ou uma ameaça hacker? Na realidade, a resposta é a mais maluca possível: as selfie sticks, ou "varetas de selfie", em tradução livre.

Esses acessórios são usados para que pessoas em grupo tirem fotos de si mesmas com um bom ângulo, conquistado por conta da distância proporcionada pelo objeto. Entretanto, alguns modelos contam com tecnologia Bluetooth, que conecta a "vareta" ao smartphone e permite o disparo remoto. Esse tipo de dispositivo é considerado uma tecnologia de comunicação e, portanto, precisa ter a venda homologada e certificada no país antes de entrar em circulação.

A comercialização de aparelhos com Bluetooth e sem o selo do governo causou preocupação às autoridades. O comunicado sobre a regulamentação foi divulgado pelo ministro da Ciência local, que afirmou que a fiscalização será rígida contra os aparelhos não certificados, os quais serão apreendidos e provavelmente destruídos — uma tarefa difícil, especialmente por conta da simplicidade do produto em questão e da quantidade desses itens no mercado de todo um país.

Ainda assim, nenhum tipo de grande operação policial será realizada: donos de lojas e consumidores só precisam ficar atentos às regras. Por enquanto, somente a Coreia do Sul anunciou esse tipo de medida.

Cupons de desconto TecMundo: