Imagem de: Peça de zylon reforça segurança em capacetes na Fórmula 1

Peça de zylon reforça segurança em capacetes na Fórmula 1

1 min de leitura
Avatar do autor

Peça que reforça a segurança fica logo acima do visor (Fonte da imagem: Reprodução/Formula 1)

Apesar da grande preocupação com a segurança dos pilotos da Fórmula 1, esse ainda é um esporte perigoso, e todas as medidas possíveis para garantir a integridade física deles são sempre bem-vindas. A última novidade é uma peça de 70 gramas que, quando colocada no capacete dos pilotos, pode dobrar a eficiência desse acessório tão importante.

Essa peça é feita de um material chamado zylon, um polímero sintético semelhante ao Kevlar, que é encontrado nos coletes à prova de balas, e possui características que o tornam interessante para o uso na Fórmula 1, como a capacidade de absorção de impactos (até duas vezes maior do que a fibra de carbono) e o peso (apenas 70 gramas a mais no capacete).

A Fórmula 1 é um dos esportes que mais tem afinidades com a tecnologia, aliando o talento dos pilotos com os esforços dos pesquisadores, engenheiros e mecânicos, em busca de mais velocidade e segurança. Se os testes mostrarem resultados positivos, quem sabe no futuro os capacetes comuns também possam aproveitar essa novidade, trazendo mais segurança para as ruas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Peça de zylon reforça segurança em capacetes na Fórmula 1