O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, admitiu durante uma coletiva com a imprensa que o governo do país espia perfis e publicações em redes sociais de estrangeiros que estão em processo de entrada, obtenção de visto ou imigração.

Obama não explicou se perfis privados ou travados também passam por vigilância, mas deu a entender que contas públicas em Twitter, Facebook ou Instagram, por exempo, devem ser visitadas pelo Departamento de Segurança Nacional e outras autoridades de proteção.

"Nossos profissionais de reforço da lei e de inteligência estão constantemente monitorando postagens públicas, e isso é parte do processo de revisão do visto — pessoas estão investigando o que indivíduos disseram publicamente e eles serão questionados sobre quaisquer declarações que talvez tenham sido feitas", afirmou.

A preocupação de Obama é que terroristas usem comunicações privadas para comunicação — ou deem um jeito de entrar no país sorrateiramente, mas pelos meios legais. "Nós temos que reconhecer que nenhum governo terá a capacidade de ler cada mensagem de texto ou email ou rede social de todo mundo", admitiu o presidente, explicando que o país busca o equilíbrio entre proteger as liberdades civis e preservar a privacidade do cidadão.

Vale lembrar que, recentemente, a Agência de Segurança Nacional do país foi justamente denunciada por vigilância em excesso no caso revelado por Edward Snowden.

Você acha que os EUA exageram em ver as redes sociais de quem pede visto? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: