No mês de novembro, a grande maioria das tentativas de infecção de smartphones Android brasileiros ocorreu por meio de anúncios maliciosos. De acordo com um levantamento publicado pelos desenvolvedores do PSafe, o aplicativo PSafe Total conseguiu barrar 2,8 milhões de malwares durante o mês, sendo que isso representa 63% do total de ameaças bloqueadas no período — número que chegou aos 4,458 milhões.

De acordo com a empresa, houve um aumento de 23,2% nas tentativas de ataque por adware em relação ao mês de outubro do mesmo ano. Um dos motivos para esse aumento tão expressivo está na Black Friday, que mobiliza consumidores de todo o país para que as compras possam ser realizadas com descontos.

Aproveitando a procura, crackers criam anúncios falsos para fisgar usuários. O CEO da PSafe, Marco DeMello, diz: “Um dos riscos oferecidos pelo Adware é que ele geralmente encaminha o usuário para sites falsos (phishing) de compra ou bancos com o objetivo de roubar dados.”.

O executivo ainda alerta que este tipo de ameaça é especialmente perigosa em um período de alta atividade para o e-commerce. “Hackers tendem a aproveitar eventos como a Black Friday, no qual há um aumento significativo de compras online, para intensificar as tentativas de golpe.”. Confira abaixo os tipos de ameaça que mais foram avistados nas tentativas de infecção de smartphones brasileiros em novembro.

  • Adware: 63%
  • Trojan: 31%
  • Riskware: 3,2%
  • Plugin: 0,5%
  • PUA: 0,08%

.....

Você acha que seu smartphone é seguro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: