Uma empresa israelense chamada MorphiSec está desenvolvendo uma versão do Windows supostamente impossível de ser hackeada. Os desenvolvedores querem basicamente tornar a famosa plataforma da Microsoft em um SO perfeito para uso governamental, militar e no controle de tráfego aéreo.

Ainda há poucos detalhes sobre o funcionamento dessa versão do sistema, mas o cofundador da empresa, Dudu Mimran, conversou com a Business Insider e disse que “é isso que a Microsoft deveria estar fazendo [com o Windows] desde o início”.

Ele ainda explicou que, até a gora, as versões preliminares desse “Windows Blindado” só obtiveram sucesso em seus testes. De todos os testes de hack pelos quais o SO passou, nenhum conseguiu invadi-lo. Com tudo isso, teoricamente, o SO seria tão seguro que poderia inclusive reprimir invasões que utilizam falhas recém-encontradas ou de “zero-day”.

Futuro financeiro

A MorphiSec está gastando um bom dinheiro para desenvolver um SO desse calibre e, até o momento, já conseguiu levantar US$ 1,5 milhão entre investidores israelenses. De qualquer maneira, se essa versão do Windows realmente for tão segura quanto a empresa promete, os desenvolvedores podem ganhar muito com isso, sendo que, além do governo, grandes corporações pagariam bastante para usá-lo.

Por enquanto, não há informações sobre o envolvimento da Microsoft no projeto, mas não seria uma surpresa se a gigante do software comprasse a MorphiSec nos próximos anos para utilizar nativamente essa tecnologia, que atualmente ainda está em desenvolvimento. Por enquanto, não há um prazo de lançamento definido.

Cupons de desconto TecMundo: