Entrar nos Estados Unidos através de seus aeroportos portando uma arma: uma ideia que, se não for impossível, está bem próxima disso. Será mesmo?

Em testes conduzidos pelo Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos – o DHS, Department of Homeland Security – nos aeroportos mais movimentados do país, a Agência de Segurança de Transportes americana (TSA) falhou em impressionantes 95% deles.

Foram 70 ao todo, e em 67 um agente disfarçado do chamado Time Vermelho conseguiu passar, tanto pelos scanners quanto pelo processo de revista, com armas e até mesmo um explosivo (falso, é claro) preso em suas costas. Jeh Johnson, responsável pelo DHS, ordenou que a TSA tome ações imediatas para resolver todos os pontos levantados no relatório oficial.

Segundo John Pistole, o chefe da TSA em 2013, os testes do time vermelho da segurança nacional são um caso à parte, visto que os agentes são extremamente bem treinados e conhecem muito bem todos os procedimentos e protocolos de segurança – sendo chamados por ele de "superterroristas" –, tornando mais fácil a tarefa de burlar o processo. Ainda, segundo Pistole, criminosos comuns nunca conseguiriam fazer o que estes agentes fazem.

No entanto, o resultado alarmante dos últimos testes custou caro para o atual diretor da agência, Melvin Carraway, que foi forçado a renunciar o cargo logo depois da publicação do relatório.

Cupons de desconto TecMundo: