Já faz algum tempo que muitas empresas têm investido no NFC e em tecnologias similares para segurança doméstica. Ainda assim, nada disso é encarado no Brasil como algo que qualquer um pode ter em casa facilmente. Contudo, o TecMundo constatou no Tudo Geek Show, que aconteceu no último fim de semana em Curitiba, que, com R$ 900 você já pode ter uma “espécie de fechadura NFC” na sua porta de entrada.

Nós conversamos com Fábio Cornelsen, dono de uma empresa de automação doméstica que faz a instalação de fechaduras como essa e também de outros sistemas para residências. O modelo mais barato de fechadura eletrônica que ele tem disponível é um da Samsung, o SHS-1321. Com a instalação na sua porta e com a devida configuração, o aparelho sai por R$ 900.

Esse modelo específico está disponível também na web e vem com quatro “chaves”, que são pequenos chips que pode ser grudados em chaveiros, celulares, carteiras e afins. É possível encontrá-lo por preços entre R$ 600 e 800, mas aí você precisa fazer a instalação por si mesmo ou pagar alguém para fazer o trabalho.

Comunicação

De qualquer maneira, esse modelo SHS-1321 usa uma tecnologia RFID que funciona praticamente da mesma forma que o NFC, mas não é exatamente esse padrão de comunicação, já que tem outra frequência e outro protocolo. Ainda assim, o modo de comunicação é muito similar. Você pode inclusive usar vários chaveiros com chips que se assemelham muito às já conhecidas tags NFC para destrancar sua porta.

Se você não tiver esse chaveiro, é possível simplesmente digitar uma senha no painel sensível ao toque. Antes disso, entretanto, o painel faz com que você digite alguns números aleatórios para que seus dedos não deixem rastros da sua senha. Isso impede que intrusos tentem adivinhar sua sequência só olhando para as digitais deixadas ali.

Além de ser mais moderna e segura que as fechaduras atuais, o aparelho da Samsung ainda se certifica que sua porta estará sempre fechada. Alguns segundos depois de você destrancá-la, ela logo volta ao seu estado anterior. Além disso, por ter baterias, mesmo faltando eletricidade na sua residência, a porta poderá ser aberta sem maiores problemas.

Controle de acesso

Essas fechaduras eletrônicas têm ainda um sistema para controle de funcionários. Se você usá-la em uma empresa, é possível criar uma senha par cada funcionário e determinar um horário em que essa senha deve funcionar. Passou do período determinado, o funcionário fica sem acesso.

A própria Samsung vende outros modelos com biometria e com formatos diferentes. Há também outras marcas que fazem algo parecido, mas, no Brasil, os da coreana são mais fáceis de encontrar online.

Cornelsen, é dono da Prime Home, de Curitiba, e diz que não é difícil encontrar equipamentos como esse no restante do país. “Hoje em dia, todo mundo que faz automação doméstica tem essas maçanetas. Você encontra elas facilmente. Atualmente, modelos só com biometria ou senha, você encontra até em lojas de artigos de construção”, revela ele.

Ainda não há uma grande demanda por esse tipo de aparelho no Brasil, mas Cornelsen diz que quem se importa com esse tipo de tecnologia sempre estará interessado. “Se você tem isso na sua casa, algum amigo vai lá e diz: 'nossa, que legal'. Na segunda vez: 'Pô, é legal'. Na terceira vez, o cara pergunta onde você comprou”, explica Cornelsen.

A Prime Home faz ainda projetos de automação para a casa toda, com cortinas, home theaters, luzes, ar condicionado e outros aparelhos integrados a tablets e smartphones. O projeto de automação mais caro que a empresa já fez custou R$ 130 mil e atendeu uma casa inteira que tinha mais de 400 m². Confira mais possibilidades aqui.

Obs: parece que o site da Prime Home saiu do ar por conta da quantidade de acessos. Caso precise de um novo contato, mende um email para fabio@primehomeautomacao.com.br.

Cupons de desconto TecMundo: