Nova arma contra falsificação de dinheiro.

Pesquisadores alemães e japoneses descobriram uma maneira de aplicar circuitos eletrônicos em notas de dinheiro como medida contra a falsificação, tornando-a definitivamente impossível.

Os pesquisadores aplicaram uma mistura de ouro, óxido de alumínio e moléculas orgânicas nas notas através de uma máscara, criando assim os circuitos camada a camada. Eles conseguiram criar uma nota com 100 transistores, cada um com menos de 250 nanômetros de largura, sem danificar a nota com químicos ou altas temperaturas.

Esse circuito serve para que um leitor externo faça a leitura dos dados e confirme a autenticidade da nota com o sistema RFID, o mesmo utilizado para cartões de metrô, por exemplo. Isso significa que, em breve, celulares também podem ser utilizados para essa confirmação.

Apesar de dezenas de medidas, a falsificação ainda é grande.Os circuitos nas notas têm energia o suficiente para executar pequenas operações, e aí entra a criatividade de quem aplica tecnologia.

Além de confirmar a autenticidade de uma nota, os circuitos podem ser utilizados para contagem de dinheiro rastreamento e até mesmo como auxílio para deficientes visuais.

Notas de diferentes lugares no mundo têm seus métodos contra a falsificação, como hologramas, tintas especiais, alto-relevo, marcas-d’água etc. Mesmo assim, os índices de falsificação ainda são grandes. No Estados Unidos, no ano 2000, mais de US$ 120 milhões de dólares falsos circularam pelas ruas, de acordo com o site Fast Company.

Segundo o site NewScientist, a tecnologia foi testada em dólares americanos, francos suíços, ienes e euros.

Cupons de desconto TecMundo: