Arthur Curry Jr. em sua identidade secreta no desenho "Superamigos". (Fonte da imagem: SuperFriends Wiki)

O Aquaman, personagem clássico dos quadrinhos da DC Comics, nunca foi um super-herói muito respeitado. Mas é preciso ter cuidado com os poderes do herdeiro de Atlântida – ao menos na internet.

De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa de antivírus McAfee, ele é o super-herói mais relacionado com ameaças na rede. Ao realizar buscas por “Aquaman” na internet juntamente com outros termos comuns, como “torrent”, “download”, “watch” e “online”, você tem 18,6% de chances de cair em um site com spywares, spam, phishing e outros malwares. O estudo foi realizado somente com os nomes originais em inglês dos personagens.

Confira a classificação geral dos heróis e o seu respectivo percentual de ameaça online:

    1. Aquaman - 18,6%
    2. Sr. Fantástico - 18,22%
    3. Hulk - 17,30%
    4. Mulher-Maravilha - 16,77%
    5. Demolidor - 16,7%
    6. Homem de Ferro - 15,63%
    7. Super-Homem - 15,21%
    8. Thor - 15,10%
    9. Lanterna Verde - 15%
    10. Ciclope - 14,40%
    11. Wolverine - 14,27%
    12. Mulher Invisível - 12,40%
    13. Batman - 12,30%
    14. Capitão América - 11,77%
    15. Homem-Aranha - 11,15%

    É interessante notar que as adaptações recentes para o cinema não exercem tanta influência na lista, já que os membros dos Vingadores, Batman e o Super-Homem não ocupam os lugares do topo. Porém, isso ajuda a comprovar que os criadores de malwares buscam termos famosos entre todas as idades para infectar mais facilmente um computador.

    E, mesmo que esteja com o nome sujo na rede, Aquaman até tem motivos para comemorar: recentemente, ele ganhou bastante moral com um recomeço de sua série de histórias em quadrinhos na DC, além de ser um dos personagens jogáveis de Injustice: Gods Among Us.

    Cupons de desconto TecMundo: