Com tantos problemas relatados com referência a roubo de dados na internet, atualmente é sempre bom estar atento. Procuramos manter nossa privacidade com ferramentas como navegação privativa, limpeza total de histórico e temporários da internet, cookies, etc. Além disso, instalamos firewalls, antispywares e antivírus, atualizando-os constantemente.

O problema é que às vezes nossos dados podem estar sendo armazenados de uma forma um pouco mais engenhosa e discreta. Existem programas que são necessários para podermos efetuar algumas operações na internet que guardam dados de forma oculta, como é o caso dos flash cookies.

Os flash cookies, também conhecidos como local shared objects (LSO) ou objetos compartilhados, são dados armzenados (de forma semelhante aos cookies tradicionais) e que normalmente são utilizados pelo Adobe Flash Player para armazenar certa quantidade de configurações relacionadas a este programa. Os flash cookies guardam, por exemplo, informações sobre vídeos em Flash que você tenha assistido em determinados sites ou músicas que tenham sido guardadas em cache, entre outras aplicações que envolvam o Adobe Flash.

O problema é que os flash cookies também podem armazenar identificadores que façam rastreamento das páginas que você visita de forma mais frequente do que os cookies normais. Desta forma, eles podem acabar por tornar-se uma forma de rastrear sua navegação na internet e armazenar muito mais informações sobre você do que os cookies tradicionais.

Os flash cookies armazenam seus dados de navegação

Como os flash cookies não são exibidos na lista de cookies ou histórico dos navegadores, quando você faz uma limpeza normal de histórico de internet, cookies e temporários, eles permanecem no computador, não sendo excluídos de forma convencional. 

A seguir, serão mostradas algumas formas que podem ser utilizadas para eliminar os flash cookies de seu computador de forma a manter sua privacidade de dados mais segura.

Exclusão manual

Os flash cookies são armazenados em pastas locais do Sistema sob a terminação .SOL e o diretório pode variar de acordo com a plataforma (Sistema Operacional) que você utiliza e  com as configurações de instalação. Este processo é inteiramente manual, e é preciso efetuar uma busca por arquivos que possuam a terminação .SOL e excluí-los.

Em uma próxima vez que esse processo for utilizado, você pode ir diretamente à pasta que encontrou os arquivos e excluí-los.

Gerenciador da  Adobe

Por padrão, o Adobe Flash Player está configurado para não solicitar permissão para armazenar flash cookies e costuma deixar um bom espaço reservado para armazená-los em seu computador. Você pode visitar a página da  Adobe que disponibiliza o Gerenciador de configurações do Flash Player.

Ao observar a interface do programa você percebe que ele exibe uma lista de flash cookies. Aqui é possível tomar dois cursos de ação: primeiro você pode selecionar e excluir os itens da lista. Em seguida, mova a barra referente ao espaço de armazenamento para o ponto “nenhum”. Mas caso você não limpe a lista, terá que mover esta barra para “nenhum” para cada um dos itens.

Feito este procedimento, o computador solicitará sua permissão sempre que uma página precisar armazenar flash cookies.

Gerenciador da Adobe

 

Se você quiser bloquear absolutamente a entrada de flash cookies em seu computador, marque a caixa de seleção “Nunca perguntar de novo”. ATENÇÃO: marcar esta caixa pode fazer com que páginas da internet que utilizem Flash não funcionem de forma adequada.

Utilizando o BetterPrivacy

Se você utiliza o navegador Firefox, ele disponibiliza um gerenciador de flash cookies chamado BetterPrivacy. Por meio dele você pode listar e excluir todos ou apenas alguns flash cookies previamente selecionados. Com ele também é possível adicionar flash cookies que você utiliza com bastante frequência (como configurações de jogo ou Youtube) para uma lista que não deve ser removida.

Interface do BetterPrivacy

Você já conhecia este tipo de cookie que pode armazenar mais dados do que os cookies comuns? Compartilhe suas experiências conosco comentando este artigo.