(Fonte da imagem: iStock)

O sistema de reconhecimento facial é usado com várias finalidades ao redor do mundo, mas ele é particularmente benéfico para empresas de segurança. Além disso, sistemas como esse ajudam a polícia a encontrar criminosos e capturá-los quando necessário.

É com esse intuito que o FBI planeja investir US$ 1 bilhão (o equivalente a R$ 2 bilhões) em um sistema nacional de reconhecimento facial que deve ser implantado em todo o território norte-americano. Chamado de NGI (Next Generation Indetification), o sistema seria capaz de armazenar em seu banco de dados fotos do rosto e da íris, informações sobre DNA, gravações de voz e outros indicativos biométricos.

Segundo o órgão, a ideia é facilitar a busca e a captura de criminosos. Entretanto, alguns advogados do país estão preocupados com os métodos que o sistema deve utilizar para capturar os dados. A ressalva, segundo eles, é que, para esse tipo de controle de dados, será instalada em todo o país uma rede de câmeras, o que pode transformar a vida dos cidadãos dos EUA em uma espécie de “Big Brother” da vida real.

No futuro, o sistema pode ser expandido e catalogar também aqueles que não são criminosos, incluindo as carteiras de motoristas e fotos de passaportes da população. O projeto ainda não tem previsão de ser debatido ou entrar em pauta para aprovação.

Fonte: ExtremeTech

Cupons de desconto TecMundo: