Mandar nudes não solicitados agora é crime no Reino Unido

1 min de leitura
Imagem de: Mandar nudes não solicitados agora é crime no Reino Unido
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

O governo do Reino Unido aprovou a inclusão da prática conhecida como "cyberflashing" dentro de um pacote de leis de segurança digital. Isso significa que, em breve, enviar nudes não solicitados para outras pessoas será crime na região.

De acordo com o comunicado oficial, o ato é considerado cyberflashing quando pessoas enviam "imagens sexuais não solicitadas via redes sociais ou aplicativos de namoro, mas também por compartilhamentos via Bluetooth ou Airdrop".

Crime frequente

Esse comportamento será um dos novos crimes da Online Safety Bill, uma legislação de proteção de dados e privacidade na internet que vale para Inglaterra e Reino Unido.

A principal preocupação envolve a população feminina: uma pesquisa do próprio governo britânico realizada em 2018 detectou que quatro em cada dez mulheres entre 18 e 34 anos recebeu imagens sexuais não solicitadas.

Já um estudo publicado na Tes Magazine alega que quase 76% das entrevistadas entre 12 e 18 anos no Reino Unido receberam esse tipo de imagem uma vez, com o problema sendo especialmente grave em redes como o Snapchat.

No texto, consta que "mandar fotos ou vídeos dos genitais de uma pessoa para o propósito de gratificação sexual própria ou causar humilhação, alerta ou preocupação na vítima" pode gerar até dois anos de prisão. A revisão da lei deve ser publicada oficialmente ainda nesta semana.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.