Jogo com anúncios adultos é removido da Google Play Store

1 min de leitura
Imagem de: Jogo com anúncios adultos é removido da Google Play Store
Imagem: Yuri Samoilov/Flickr
Avatar do autor

A Google removeu na última semana um aplicativo que inseriu anúncios com conteúdo sexual para promover o seu download dentro da Google Play Store.

A empresa em questão, Afivad Limited, comprou espaço em apps para promover um título chamado "LUV – interactive game". O vídeo que deixou o caso famoso mostra um game de puzzles simples, mas, ao completar a fase, um anúncio interativo exibindo uma cena de abuso sexual aparece, com a jogabilidade envolvendo ajudar um personagem a despir uma mulher que está dormindo.

Os anúncios viralizaram em postagens furiosas de perfis como @wtfgoogleplay e @TizzyEnt, que cobraram uma ação da empresa. Segundo a denúncia, é uma prática relativamente comum (e ilegal) colocar conteúdos eróticos para promover títulos que nada tem a ver com assuntos mais picantes ou o contrário — ou seja, promover games adultos em trechos de gameplay inocentes.

Uma das telas do anúncio banido da plataforma.Uma das telas do anúncio banido da plataforma.Fonte:  wtfgoogle/Twitter 

Dias depois das postagens, o app foi removido e a conta do desenvolvedor foi suspensa. Entretanto, ela parece ter retornado: a Afivad Limited começou a promover um game chamado Lure, descrito como "ex-Luv" e contendo até mesmo salas para conversas em voz. Até o momento, não há informações de quais alterações foram promovidas para que o app voltasse à plataforma.

O que diz a Google

"As políticas da Google Play proíbem estritamente os desenvolvedores de utilizarem anúncios sexualmente explícitos para direcionar usuários à sua lista de apps na Play Store. Quando violações são encontradas, nós tomamos as medidas apropriadas", afirma um porta-voz da empresa ao site XDA Developers.