Após denúncia, ProtonMail não garante mais que esconde o seu IP

1 min de leitura
Imagem de: Após denúncia, ProtonMail não garante mais que esconde o seu IP
Imagem: ProtonMail
Avatar do autor

O cliente de email ProtonMail removeu da sua política de privacidade que a empresa por padrão não mantém logs com o endereço IP e outras informações dos clientes armazenadas.

A mudança foi notada pelo site Arstechnica e aconteceu após um caso judicial de grande repercussão internacional. A companhia atendeu a uma solicitação e compartilhou o endereço de IP e o tipo de dispositivo utilizado por um ativista com autoridades da França. A pessoa em questão protesta contra mudanças climáticas e foi presa.

Desse modo, a partir de agora, há apenas a informação de que o ProtonMail "respeita a privacidade e coloca as pessoas (e não os anunciantes) em primeiro lugar". Além disso, o serviço agora recomenda que ativistas utilizem o navegador Tor para acessar o ProtonMail, garantindo assim uma camada adicional de segurança anti-rastreio.

Ele é inseguro?

"Nenhuma informação pessoal é requisita para criar a sua conta de email segura. Por padrão, nós não mantemos quaisquer logs de IP que podem ser ligados à sua conta anônima de email. A sua privacidade vem primeiro", dizia o texto anterior, que foi totalmente remodelado.

Em comunicado, a ProtonMail reforçou que a criptografia segue garantida e que não fornece dados a governos estrangeiros. Entretanto, a empresa foi obrigada a fazer isso em uma corte de sua própria terra natal, a Suíça, e até tentou recorrer antes de ceder os dados.